Postagens

A Segunda Corrida

Ela corria entre as folhas do outono,
entre o frio do inverno
e entre o colorido do céu e do mar no verão.
Ela buscava, ela se achava.
O vento que a empurrava já não era capaz de derrubá-la porque ela tinha a afirmação que precisava.
Ela afirmava existir e querer provar do mais doce sabor da vida.
A única coisa de que se precisa para viver é se conhecer, o por vir é consequência.
Ela não teme...
Assume os riscos e ponto.

0 comentários:

Agradeço sua visita. Deixe seu comentário, crítica ou sugestão logo abaixo.