Postagens

Escrever é uma graça

Por que escrever?



Escrevo para espantar meus fantasmas e extravazar minhas emoções.
Escrita é um dom, por mais que se leia e tente escrever muitos não nasceram com essa capacidade de conseguir tocar os lugares inacessíveis da alma com palavras e de conseguir se expressar por meio da escrita.
Há quem seja muito bom em oratórias e outros cantando, pois a música, o texto vem da palavra, da escrita. Alguém escreveu aquilo que se diz, que se canta.
Eu começo a observar que a maioria dos cantores perderam sua capacidade ou vontade de escrever as próprias músicas. Eu acho tão lindo e autêntico ouvir Oswaldo Montenegro e ver em suas músicas sua personalidade e seus sentimentos. Não é o que acontece com mil bandinhas e cantores alternativos da atualidade, o moço canta uma música que nem sequer tem a ver com ele, com sua história, sua personalidade... cadê a identidade?!
Se fala muito mal da música sertaneja, mas o sertanejo canta o que ele já viveu, vive e sente. Fala sobre seus amores, suas decepções e traições, sobre seus sentimentos e mesmo falando de assuntos que geralmente fazem muitos chorar e se embriagar ele é autêntico. Quem nunca sofreu por amor?! Quem nunca fez ou pensou que fez uma loucura por amor?! Quem nunca chorou por amor?! Quem nunca tomou aquela dose a mais pensando em alguém?!


Parque Flamboyant em Goiânia

Eu vivo no centro-oeste do Brasil e vejo isso aqui, somos um povo sentimental apesar de bastante tradicional.

Monumento das Três Raças, localizado na Pça. Cívica em Goiânia

Todos acham que em Goiânia só tem sertanejo, mas também tem a galera do rock no Martim Cererê e nos infindáveis barzinhos da cidade, tem aqueles que gostam de música popular brasileira e não faltam lugares para se ouvir, tem as boates para quem é mais agitado, onde se ouvem todos os estilos e por fim, não podem faltar os barzinhos sertanejos dos quais sou adepta de carteirinha e bastante popular nos que frequento... eu gosto sim e daí?
Como diz uma música aí "e daí se eu quiser farriar, beber todas na mesa de um bar?!"...


Casa de Cora Coralina em "Goiás Velho" atual Cidade de Goiás e antiga capital do Estado

Tem a Cidade de Goiás que eu muito gosto, admiro, acho rica, cheia de cultua e linda, mas tento evitar, não tenho boas recordações em algumas de suas ruas. Fui muito feliz lá, mas perdi alguém muito querida naquelas ruas.



Cachoeira da Paz em Pirinópolis

E Pirinópolis que para os conterrâneos é "Piri", com suas belas cachoeiras é uma cidade bem cultural e poética, assim como a Cidade de Goiás, também conhecida como "Goiás Velho".



Monumento na entrada da cidade de Caldas Novas

E não pode faltar Caldas Novas, a cidade das águas quentes. Que hoje nem são tão quentes, todas aquecidas com aquecedor elétrico... pensam que eu não sei. Tenho uma Caldas Novas aqui em casa. A cidade é linda, turística ao extremo, sempre cheia de playboys e candangos, quando não estrangeiros. Tem uma praça com barzinhos maravilhosos e espetos deliciosos, é bom para reencontrar velhos amigos, todo goianiense que se preze passa os feriados e fins de semana em Caldas. (Um pouco de ironia não faz mal.)

Como diz nosso goiano Marcelo Barra: "Esse é meu país sem comparação. Já tem o formato do coração. Todo canto é lindo pra mim tanto faz... Quando eu quero mais Eu vou pra GOIÁS". Bem, eu já estou em Goiás e quando eu quero bem mais, muito mais eu vou pra PORTO SEGURO, sem rima alguma e com total sinceridade.

Que Deus abençoe esta Páscoa!!!!!

2 comentários:

  1. Que a alegria de escrever continue em seu coração, nunca esqueci de que vc com seis meses já pegava em um lápis. Que o Criador dos céus, o Deus que te formou,te abençõe!Tenha uma semana de vitórias.

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Seu blog está muito bom estou te seguindo.
    Falo de moda e sou de Goiânia quando der venha me ver tbm?
    Abços
    www.claudilicearagao.blogspot.com

    ResponderExcluir

Agradeço sua visita. Deixe seu comentário, crítica ou sugestão logo abaixo.