Postagens

Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tac Tac Tac Tac Tic Xiiiic Xaaac


Estou correndo...


Pensando no que já fiz e no que deveria ter feito e ainda no que sou capaz de fazer.
Às vezes sinto vergonha,
vergonha dos erros que cometi, das pessoas que magoei, das que partiram e nunca mais voltaram, das amizades perdidas e dos amores destruídos,
tudo em nome da minha compulsividade imperceptível.
Eu estava cega...
ainda continuo, porém meu grau de miopia diminuiu.
O certo é que, nem eu sou capaz de me definir.


Gotas de suor escorrendo em meu rosto que aos poucos vão percorrendo meu ínfimo corpo.
Corro com uma velocidade jamais esperimentada.
O que me sacia é poder sentir e apreciar o vento gelado que me toca, movimentando meu cabelo e enfeitando-o com folhas secas.
Passo por um extenso campo possuidor de uma grama verdíssima que muito me atrai.
Quando percebo, estou a rolar na mesma, paro e deito-me a olhar para o céu estrelado com uma belíssima lua.


Começo a imaginar se meu universo fosse diferente...
Se lua, estrela, sol e nuvens fossem um só.
Se sorriso e pranto se misturassem.
Se velocidade e lentidão fossem sinônimos.
Se amor e ilusão se fundissem...


Eu certamente não suportaria.
Aliás não suporto o que chamam de "real", apenas tolero, entretanto se fosse diferente eu simplesmente morreria.


Morreria de sede, de amor...

De decepção.

Mas, tento estabelecer um paralelo entre a morte para mim e para os outros, se tem o mesmo significado. Creio que não e isso muito me motiva... a morte pode ser um novo começo ou não.


No fim de minha corrida percebo que ainda não está no fim, não é chegado o momento certo, ainda tenho muito que esclarecer...
Devia ter começado a corrida do fim, como sempre faço quando leio algo e algumas vezes quando escrevo.


Neste fim de ano que eu possa me perdoar e esquecer minhas feridas, ir em busca de coisas que perdi e finalmente encontrá-las. Que eu continue a perdoar a insanidade dos humanos e que eles reformulem seus conceitos.

Que a luz jamais se apague...

0 comentários:

Agradeço sua visita. Deixe seu comentário, crítica ou sugestão logo abaixo.