Postagens

Amar é uma escolha

Luísa estava pensando sobre o amor... e de tão cheia externou o que estava sentindo.
         — O amor entre duas pessoas é uma escolha.
Sua amiga olhou sem saber o que responder e só escutou.
          — Você escolhe pelas afinidades, pelas características que você tanto idealizou num outro alguém e, enfim, pela convivência. Não se ama no primeiro instante, se ama na convivência, ali lidando dia após dia com o ser idealizado.  Completou.
A amiga então curiosa:
         — E amor à primeira vista?
         — Não existe. Agora paixão à primeira vista existe, sim. É aquela que você acaba de conhecer a pessoa e já sente uma vontade louca de passar o resta da sua vida com ela... (Pausa longa) Mas isso não existe, porque nem só de momentos mágicos é feita uma relação conjugal. A paixão não resiste às dificuldades nem à destruição da idealização, enquanto que o amor sim, ele resiste se a pessoa estiver disposta a lutar. (Um suspiro longo) É complicado. Cada um fantasia da forma que achar melhor.
Amar é escolha

Conversa

Romances de Lia

Faz tempo que eu não lhes conto nada sobre a menina Lia, ops! Agora ela já é uma adolescente, eu sempre esqueço. Pois bem, vou por partes.
Lia só mudou de faixa etária e degraus, pois continua com a mesma sede de viver e focada em seus sonhos como sempre. Como toda garota sonha em ser bem-sucedida na profissão e no amor, esse último que ela deixa pra depois, por enquanto tem estudado muito e lido muitos romances. (Risos)
Apesar dela ter certeza que os romances românticos (Romantismo literário) que lê são os responsáveis por ela acreditar que existam príncipes encantados.
Na verdade, houve uma escola literária depois do Romantismo que dizia isso. Talvez Lia já tenha lido a respeito. Antes que eu desperte a curiosidade e não me explique: o Realismo é sucessor do Romantismo e negava todo lirismo, toda fantasia que os romances românticos traziam. Afinal, por que se “embebedar” com histórias “lindas e maravilhosas” que não traduzem a realidade? Por isso, falemos apenas daquilo que existe, portanto, é real-idade.
A garota em questão adora sonhar que um dia encontrará alguém que fará tudo por ela, que abrirá a porta do carro, que a carregará no colo no dia do casamento, que fará sopa numa noite de resfriado, enfim, que será capaz de tudo pela sua felicidade. Talvez esse sonho um dia vire realidade. No seu íntimo Lia sabe que os romances realistas lhe atraem, mas prefere viajar nos românticos e ainda tem esperança de viver uma paixão que se torne amor num único olhar. Pra ela, quando é amor um único olhar basta.

Romances de Lia

Pensamentos

Deus, descobri que quanto mais a gente se doa para as pessoas, mais a gente espera delas e isso pode trazer muito contentamento ou decepção.
Eu sei que é difícil não esperar nada das pessoas, fazer sem esperar nada em troca, mas sou humana... Será que tem algum segredo pra que isso seja possível?
Se tiver, por favor, me conte.
Amém.

Descobertas

Quando enfim a gente acha que tudo está no seu devido lugar, descobre então que viver é estar "fora do lugar" constantemente.
Descobre...
Que o que ontem era essencial, hoje não é mais.
Que os sonhos de outrora se foram, e muitos, talvez, nem realizados.
Que as ambições que um dia teve não passaram de puras ilusões.
Que as amizades já não mais tão numerosas. Mas as que ficaram são leais.
Que as paixões, os gostos e os sabores vão se trocando, aperfeiçoando, talvez.
Que o olfato já não quer mais as mesmas fragâncias, as mesmas rosas, porque já ficaram repetitivas e tudo na vida precisa de reformulação, até as melhores fórmulas.
Que o que antigamente era preferível, hoje não é mais.
Que o antigamente causava aflição, hoje significa aprendizado e maturidade.
Enfim, a gente descobre que viver é um tiro no escuro em que você precisa ser corajoso pra se arriscar em meio ao breu pra descobrir afinal se lá te trará muitos sorrisos, abraços e aromas.


A arte de cozinhar

Cozinhar é a forma mais bonita de expressar nosso amor pelas pessoas, pois exige a matemática dos ingredientes, dos temperos e, principalmente, do amor, ingrediente mais eficiente para uma comida saborosa.
Cozinhar é um gesto afetuoso de zelo, preocupação e cuidado. Quem cozinha se sente feliz em ver o sorriso no rosto de quem prova sua comida, acompanhado de "huuuummm". Esse então é o ápice da satisfação para quem colocou todo seu amor no preparo de uma receita.
Quem ama, cuida. Quem cozinha, ama.